Na última década tivemos várias campanhas publicitárias e até do ministério da saúde, incentivando a prática regular de exercícios físicos para combater uma série de doenças ligadas ao sedentarismo: diabetes, hipertensão, ataque cardíaco, hiper ou hipotireoidismo etc.

Claro, há os fatores genéticos que também aumentam a probabilidade de desenvolver uma dessas condições, mesmo que a pessoa não seja absolutamente sedentária. Mas, essas propagandas realmente têm razão.

Mas, quais serão os melhores exercícios para quem tem hipertensão? Tem algum risco para quem pratica? Existe uma intensidade ou quantidade certa? Descubra agora!

Exercícios para hipertensão sem segredo

Na realidade, as modalidades de exercícios para controle de hipertensão e para qualquer outra pessoa que não tenha essa condição, são as mesmas. Natação, corrida, ciclismo, caminhada, todas elas são ótimas opções.

Estes exercícios são chamados aeróbicos, são exercícios feitos na presença do oxigênio e que dependendo da sua intensidade, irá utilizar determinado substrato (glicose, gordura ou proteínas). Mas, a musculação, onde cada exercício é focado em um grupo muscular, também pode ser adotada com o objetivo de reduzir a pressão.

O segredo de tudo está na intensidade do exercício que será realizado, porém, a intensidade ideal de cada um é relacionada diretamente ao corpo da pessoa, ou seja, cada corpo vai ter uma intensidade ideal.

Faça de tudo, mas na intensidade certa

Antes de continuar, quero lembrar que é indispensável – mesmo! – ter acompanhamento médico ao realizar qualquer tipo de exercício físico para hipertensão. E, apenas um profissional qualificado, certificado e reconhecido merece sua confiança. Não arrisque sua saúde!

Então, fazer exercícios na intensidade certa não é encontrado em uma cartilha, nem em dicas rápidas – nesse caso, mesmo que seja de um profissional – isso porque, a indicação deve ser feita caso a caso, de pessoa para pessoa.

Todos os corpos possuem necessidades diferentes de alimentação, certo? É quase o mesmo que dizer que cada um sente fome de um jeito! Uns sentem mais e outros menos, mas porque isso? Porque cada pessoa gasta uma quantidade ‘x’ de energia, executando as mesmas atividades que todo mundo faz.

Portanto, a intensidade certa precisa ser descoberta depois de uma análise muito cuidadosa do seu metabolismo e tudo o que está nele: plaquetas, colesterol “bom” e “ruim”, glicose, etc. Mas, se você não tiver essas informações, não deixe de se movimentar!

A diferença será na intensidade, que deverá ser mínima e sempre com acompanhamento, para garantir que os exercícios para hipertensão realmente ajudem e não compliquem ainda mais suas condições de saúde.

Exercícios para controlar hipertensão e emagrecer!

As vezes a hipertensão já é resultado de um hábito de vida que não inclui exercícios físicos com continuidade e boa intensidade, isso também pode gerar sobrepeso e obesidade, que acaba intensificando os problemas.

Mas, se isso for verdade para você, saiba que é possível resolver esses e muitos outros problemas de saúde usando apenas um método, quer dizer, existem muitos métodos disponíveis, mas você não precisa misturar eles!

O método customizado é perfeito para quem procura exercícios para controlar a hipertensão, por exemplo, ele é desenvolvido pensando no seu corpo e em cada necessidade que seu metabolismo possuí nos diferentes estágios da vida.

Com ele é possível, inclusive, treinar hipertrofia – exercícios para ganho muscular intenso – mesmo enquanto há a condição de hipertensão. Não há nada te limitando de atingir seu objetivo e ter uma vida melhor!

Faça um diagnóstico gratuito agora mesmo!

E se quiser conhecer mais sobre o Método Customizado, clique aqui!

Open chat